L’occitane

Certo dia, eu estava assistindo TV com os meus pais, sabem quando não temos a mínima ideia do que assistir? Então. Resolvemos passar canal por canal até que nos deparamos com uma reportagem sobre a L’occitane.

A marca começou em 76, quando o jovem estudante de literatura Olivier Baussan, com 23 anos, instalou uma destilaria na garagem de sua casa no sul da França e iniciou fabricação artesanalmente de óleo de alecrim e lavanda através de um velho alambique de destilação de perfumes comprado de segunda mão. Iniciou com a busca das fragrâncias mais suaves da região de Provence, terra rica em cores e em caracteres, e a combinação com ingredientes naturais. Utilizando o método tradicional da destilação a vapor, desenvolveu os primeiros produtos da L’occitane, baseados em óleos essenciais extraídos de plantas locais. Ele não sabia que aquelo poderia realmente se tornar um negócio. Mas foi o que aconteceu. Mais tarde, conheceu em Paris um velho aposentado das fábricas de sabão de Marselha e comprou suas máquinas. Passou a produzir um sabonete quadrado, que se transformou num dos carros-chefe da marca. Devido ao grande sucesso de seus produtos, vendidos em pequenas lojas e estabelecimentos de Provence, resolveu inaugurar sua primeira loja própria em 80 na cidade de Volx.

Em 90, Olivier Baussan aliou-se a Reinold Geiger, que através de uma injeção de capital na empresa conseguiu expandir a marca L’occitane para outros países durante esta década. Ao longo de sua história, a L’occitane se caracterizou por freqüentemente se antecipar às tendências da indústria cosmética. Foi a primeira empresa a priorizar como base dos seus produtos os óleos essenciais; a primeira a utilizar a manteiga de karité (originária da semente do fruto da árvore de Karité, na África, utilizada para proteger, nutrir, suavizar e amaciar a pele e os cabelos) e, sobretudo, a inovar, incorporando-a em seus sabonetes; precursora no uso de embalagens recicláveis; e no apoio a populações socialmente segregadas. A L’occitane trabalha especialmente com o olfato de seu público, mas também se preocupa com outro sentido especialmente importante, que, infelizmente, não é privilégio de todos: a visão. Assim, a empresa utiliza o alfabeto em braile em suas embalagens desde 1997 como forma de demonstrar respeito pelo público deficiente visual. Além disso, destina o valor arrecadado com a venda da vela “Clementine” (a vela mais vendida pela rede no mundo) a uma organização dedicada ao tratamento de pessoas cegas por todo o mundo, a Orbis International. Entre as novidades recentes da marca francesa estão sua primeira linha de cosméticos orgânicos chamada Organic Olive Oil Cream Based Care e o creme anti-idade Imortelle, que tem FPS 20, promete combater os radicais livres e não possui elementos petroquímicos.

Extraí parte do texto do blog Mundo das Marcas mas recomendo entrarem no site www.loccitane.com.br.

Eu comprei esse item delicioso:

Uma resposta to “L’occitane”

  1. Michelle. Says:

    Eu adoro L’OCCITANE!! Já comprei um sabonete desse tb, só que era de canela com laranja, muito bom. A minha linha preferida é a almonde, o óleo para o corpo é maravilhoso!!!
    Bjs.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: