Pequeno dicionário de moda

Mais um help para meus estilonautas. Hoje o post vai com alguns termos para vocês costurarem bem as ideias e melhor se comunicarem com costureiros e/ou vendedores de lojas ;)

Bainha: costura feita na barra de uma peça de roupa ou tecido, determinando o comprimento.

Balonê: Peça de roupa, normalmente saias e vestidos, de corte franzido e presas pela parte inferior, que sugerem a forma balão.

Barra: Acabamento de dobra simples, feito tanto para dentro quanto para fora nas extremidades inferiores das peças de roupa.

Barra italiana: Acabamento de dobra larga, fixa e aparente que confere um visual mais requintado tanto a calças masculinas quanto femininas.

Body: Palavra de origem inglesa que designa uma peça do guarda-roupa feminino que lembra um maiô; é o bom e velho collant.

Bolero: De origem espanhola, é um casaco bem curtinho, que mal chega à linha da cintura. Faz parte da indumentária dos toureiros e foi incorporada pela moda feminina.

Bomber jacket ou perfecto: Inspiradas nas jaquetas de aviador, é uma peça curta e ampla, geralmente confeccionada em couro ou camurça, com acabamento em malha sanfonada na cintura e nos punhos, e fechamento frontal feito por zíper ou outro tipo de ferragem.

Chemisier: Vestido reto, com abertura frontal, inspirado na camisaria masculina, muitas vezes erroneamente chamado de chemise.

Coulissé: Palavra de origem francesa que designa o acabamento tubular por onde passam cordões, fitas ou tiras de tecido que ajustam e dão aspecto franzido a barras, punhos, cintura e capuz de diversas peças de roupa.

Destroyed: Destruído em inglês, é a palavra utilizada para identificar o acabamento puído, gasto e rasgado aplicado em jeans e outras peças do vestuário.

Drapeado: Efeito de dobra ou franzido que produz ondulações harmoniosas em peças de roupas ou decorativas.

Enviesado: Corte realizado diagonalmenre em relação aos fios do tecido.

Evasê: Do francês évasées, refere-se ao corte das roupas que se abrem uniforme e harmoniosamente em direção à parte inferior. Tipo de corte muito utilizado em saias, calças e vestidos, em que a parte inferior da peça é mais aberta que a superior.

Espadrilhe: Também conhecido por alpargata, é um calçado feito de lona com sola de corda e borracha, bastante utilizado no sul do Brasil e na Argentina.

Fake: Quer dizer falso em inglês e é um termo empregado para se referir a artigos falsificados ou ainda a materiais que simulam o aspecto de outro material original como, por exemplo, pele e couro falsos.

Festonê: De origem francesa, festonné é um tipo de acabamento bordado em roupas e peças de tecido.

Galocha: Tipo de calçado impermeável, feito de borracha, incorporado e estilizado pelo mercado da moda.

Godê: corte em tecido enviesado que proporciona emplitude e caimento ondulado, muito utilizado em saias e vestidos.

Matelassê: Palavra de origem francesa, refere-se ao aspecto acolchoado obtido a partir da costura aparente de uma camada de enchimento entre duas peças de tecido ou couro.

Nervura: Prega ou dobradura estreita em relevo que resulta em listra ou desenho sobre o tecido.

Pence: Geralmente utilizada para ajustar ou definir melhor a silhueta de uma roupa, é uma prega pequena, feita no lado do avesso, que vai se estreitando gradativamente até desaparecer por completo.

Pesponto: Costura exposta, feita à máquina, com o objetivo de unir os recortes de uma peça ou simplesmente enfeitar.

Plissado: Do francês, plissé é o conjunto de pregas estreitas, delicadas e permanentes, obtidas por pences prensadas ou costuradas no tecido.

Prega: Dobra sobreposta feita num tecido.

Sianinha: Tipo de acabamento produzido em algodão, em forma de zigue-zague, vendido em lojas especializadas e utilizado tanto em roupas quanto em acessórios.

Viés: Fitas de tecido simples ou decorativas, com fios enviesados, utilizadas para dar acabamento em golas, punhos, barras etc.

Legging: Tipo de calça bastante ajustada ao corpo, muito utilizada para a prática de exercícios na década de 80, e que hoje é produzida com os mais diferentes tecidos elásticos.

Maxi: Termo que se refere ao comprimento muito longo de peças do vestuário, como maxissaia, maxicasaco, maxivestido, maxibolsa etc.

Meia pata: Sapato feminino que apresenta uma plataforma na parte da frente e salto alto na parte de trás.

Midi: Comprimento de roupas femininas que ficam na altura da canela. Saias e vestidos com esse comprimento também são chamadas de longuetes.

Pantalona: Calça tanto feminina quanto masculina, de boca larga e comprida que chega a cobrir os pés.

Revival: Palavra inglesa utilizada no mercado da moda para se referir ao resgate de uma determinada tendência ou modismo.

Salto Sabrina: Salto de altura média, levemente torneado, que ganhou esse nome por fazer parte do figurino de Audrey Hepburn quando interpretou a personagem Sabrina no filme de mesmo nome.

Sarouel: Tipo de calça originária do Marrocos, com cavalo bem amplo, que foi apropriada pela moda, tanto feminina quanto masculina.

Trenchcoat: Casaco de comprimento pouco abaixo da altura dos joelhos, geralmente feito de gabardine, em cores sóbrias, muito utilizado em dias de chuva.

Underwear: Expressão de origeminglesa que se refere às roupas de baixo, tanto masculinas quanto femininas.

Vanguarda: Na moda, refere-se às ideias e criações muito novas e revolucionárias, mesmo quando são uma releitura de uma tendência passada que ainda não caíram no gosto do grande público.

Espero que seja útil… big beijo

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: